O usuário é a principal tendência Business Intelligence (BI) em 2018

O usuário é a principal tendência Business Intelligence em 2018As chamadas meta-tendências de TI, como a digitalização das operações tradicionais, a computação em nuvem e a inteligência móvel e artificial, irão impactar sobremaneira o universo do BI e Analytics em 2018 conheça agora as tendência Business Intelligence (BI) pra você usuário.

O dado é do estudo BI (Business Intelligence) Trend Monitor 2018, da BARC, realizado junto a 2.770 profissionais.

Conforme a pesquisa, o mercado de BI (Business Intelligence) evoluiu para a perspectiva de usuário: os fornecedores que não entenderem o bastante de UX estarão de fora deste nicho muito em breve.

E, dentro disso, o levantamento mostra que os usuários estão atentos a alguns quesitos mais do que a outros. Neste post, vamos esclarecer os pontos de maior importância para quem consome BI (Business Intelligence), e que rumos, portanto, esta indústria deverá seguir este ano.

1 – No topo das prioridades de BI (Business Intelligence) users, vem o gerenciamento de dados mestres, seguido de perto pela coleta/visualização dos dados

2 – Em segundo lugar, vem a preferência por soluções do tipo self-service BI . Aqui na BIMachine já entendemos isso e atendemos a esta expectativa há tempos!

3 – Preparação de dados. Mais do que se conectar com facilidade às fontes de informações, as ferramentas de BI precisam, na opinião dos usuários, extrair e enriquecer todo e qualquer conteúdo pertinente às operações da empresa de forma organizada e fácil de utilizar

4 – Análise em tempo real. Tempo é dinheiro e o usuário não está disposto a esperar. O software precisa ser ágil, rápido, certeiro

5 – Colaboração e Mobile BI vêm com o mesmo grau de prioridade no estudo. BI (Business Intelligence) engessado, que não tenha versão mobile de fácil e ágil utilização e que não contemple ferramentas e recursos amplos para o trabalho em equipe está fora do jogo

6 – Uso de dados não estruturados. Cada vez mais, fontes como as redes sociais, que não são controladas pela empresa, mas que ouvem seus públicos, serão de interesse para a gestão e o marketing. Utilizar tais informações é crucial para desenvolver boas estratégias de crescimento, e o BI (Business Intelligence) será imprescindível neste processo

Com base nestas tendências, fica mais claro enxergar o mercado de BI e BA em 2018 e nos próximos anos. Entender o usuário sempre foi um passo fundamental, mas agora torna-se o alicerce essencial para que fornecedores de inteligência de negócios se mantenham competitivos e, principalmente, para que os softwares entregues sejam, efetivamente, úteis para os negócios.

O usuário manda. A indústria não só obedece, como também agradece.