Por que o mercado de Analytics cresce?

A tecnologia de Analytics estabeleceu definitivamente seu papel dentro das estratégias de negócio. Para o ano que vem, a consultoria Frost & Sullivan prevê que tal mercado movimentará US$ 965 milhões, junto com investimentos em Big Data, só no Brasil. Globalmente, o cenário também é de crescimento, chegando à casa dos bilhões. Mas o que move essa indústria? A resposta é simples: o crescimento do Analytics é atrelado diretamente à expansão que tal tecnologia tem gerado para empresas de todos os segmentos, por meio da melhora na visibilidade sobre seus mercados, oportunidades de negócio, gaps e soluções.

BI não deixa varejo perder vendas

Como vender mais? Usando Inteligência de Negócios

A chave do aumento do setor de Analytics em 2018 e nos anos seguintes é, portanto,
o benefício macro que estas ferramentas angariam para companhias de diferentes
portes e ramos de atuação, principalmente no que se alia à percepção de gargalos nas
linhas de atendimento e fornecimento, bem como de nichos a adentrar ou melhor
explorar, ampliando a assertividade das estratégias de conquista, atração e fidelização
de clientes.

Aliado a isso, vem o corte de custos nas estruturas de hardware de processamento, já
que boa parte dos softwares de Analytics é oferecida no formato SaaS.
O crescimento do Analytics também vem em linha com as projeções do Gartner, que
mostraram, há pouco, expansão dos investimentos em tecnologias relacionadas a
dados, tendo a informação como ativo de grande valor para empresas de todo o
mundo. A consultoria chegou a estipular um cronograma do aumento da importância
deste item para as companhias, que vem crescendo desde 1999, passando a
fundamental já na década atual e atingindo ponto vital até 2025.

Portanto, sem novidade: Analytics cresce porque faz negócios crescerem. A melhoria
das percepções do mercado e das estruturas de negócio fazem destas ferramentas
alicerces básicos para empresas de todas as verticais, justificando investimentos
crescentes.

Na verdade, justificando não é bem a palavra: a realidade é que empresas que não
investirem em Analytics ficarão para trás, perdendo a sincronia com um movimento
mercadológico e estratégico global.

Acompanhar a expansão do Analytics é um imperativo para organizações que
desejem se manter competitivas. É ganhar espaço e galgar posições no acirrado
mercado global e nas instâncias locais. É oferecer ao público soluções melhor
desenhadas e estratégias personalizadas de atendimento. É garantia da melhor
experiência para vendedor e comprador, sem dúvida.